Copa do Mundo de MTB: Blevins conquista o XCO em Mairiporã

HomeCompetições

Copa do Mundo de MTB: Blevins conquista o XCO em Mairiporã

Com ataque decisivo na última das sete voltas, norte-americano venceu Victor Koretzky e Filippo Colombo; Ulan Galinski foi Top 20

Blevins na vitória do cross country em Mairiporã – Foto: Michal Cerveny

Marcos Adami/Do Bikemagazine
Fotos de divulgação

Com um ataque decisivo na última das sete voltas, o norte-americano Christopher Blevins (Specialized) se descolou dos adversários e conquistou a vitória na etapa de abertura do cross country da Whoop UCI Mountain Bike World Series, a Copa do Mundo de MTB, neste domingo (14 de abril), em Mairiporã (SP).

Blevins integrou o grupo de nove atletas que se destacou desde o início da prova e concluiu as sete voltas em exatamente 1h30min. A segunda colocação foi decidida no sprint entre o francês Victor Koretzky (Specialized) e o suíço Filippo Colombo (Scott-Sram). Koretsky levou a melhor, a 2 segundos de Blevins.

Organização estimou em 25 mil espectadores nos 4 dias do evento – Foto divulgação WBD

“É muito surreal, estou até meio entorpecido. Este esporte é tão bonito e quando você tem dias como este, não existe melhor lugar no mundo. Ontem tive um dia muito ruim e acho que é uma lição. Neste esporte você tem que ouvir seu corpo, pois sempre podemos ir além do que pensamos. Sonhei com este dia, afinal somos da mesma equipe. Não sei se já aconteceu antes de ter três ciclistas no pódio. Adoro ter estes companheiros ao meu lado, assim celebrou Blevins a conquista de sua equipe.

Koretzky ressaltou a importância da tática da equipe. “Foi uma corrida super tática e conseguimos controlar muito bem. Estou muito orgulhoso de como o Blevins superou dois anos muito difíceis e agora ele está de novo ao pódio”.

O campeão do ano passado, o suíço Nino Schurter (Scott-Sram), disse em seu perfil nas redes sociais que teve um problema no olho. Na prova, Schurter caiu logo no início da corrida e fez uma corrida discreta e de superação. No final, concluiu na 35ª colocação, a 2min47s. Pela Scott-Sram, o suíço Filippo Colombo esteve sempre no pelotão da frente e emplacou um digno terceiro lugar.

“Realmente eu trabalhei muito duro no inverno para tratar minha lesão. Estou muito contente de estar de volta ao pódio brigando pela vitória até a última volta. O Blevins estava muito forte. Dei tudo o que podia”, disse Colombo.

O pódio teve ainda o francês Jordan Sarrou (BMC) na quarta colocação e o chileno Martin Vidaurre (Specialized) na quinta colocação, ambos a 5 segundos de Blevins.

Pódio do XCO da Elite em Mairiporã Foto: Michal Cerveny

Pelotão grande, público também
A etapa de abertura da Copa do Mundo reuniu 108 ciclistas de 30 países, incluindo 14 brasileiros. A largada foi às 14h30, sob céu nublado e temperatura de 23 graus e o público compareceu em massa para ver de perto os melhores mountain bikers do mundo. A organização estimou que 25 mil estiveram no evento em Mairiporã nos 4 dias do evento.

A volta mais rápida foi do romeno Vlad Dascalu, que completou o percurso de 4,4km em 10min57s, a 24,1km/h de velocidade média.

Ulan Galinski conquistou seu primeiro Top 20 – Foto: Alemão Silva

A prova
Apesar do céu nublado e temperatura na casa dos 23° C, a pista estava bem seca e coberta com uma poeira fina, que comprometeu a tração em algumas partes da pista e ainda no start loop alguns ciclistas precisaram desmontar e o congestionamento atrapalhou os que vinham atrás. Os companheiros de equipe da Specialized, o chileno Martín Vidaurre e o francês Victor Koretzky se aproveitaram do caos para abrir um gap junto com outros sete atletas logo na primeira volta.

Koretzky, impôs um forte ritmo e na segunda volta o grupo líder se resumiu a seis atletas. O suíço Filippo Colombo assumiu a ponta com Koretzky e Vidaurre logo atrás. Joshua Dubau se juntou aos líderes e o quarteto abriu quase 20 segundos na terceira volta. Mais atrás, o grupo perseguidor tinha o neo-zelandês Sam Gaze (vencedor do XCC), Jordan Sarrou e Blevins, que foi em busca dos líderes.

Sarrou conseguiu se juntar aos líderes e agora eram sete ciclistas a lutar pelo pódio. Na penúltima volta, Colombo acelerou, mas sem ganhar terreno. Na abertura da última volta, a ponta da corrida contava com nada menos que 13 ciclistas, que aguardavam o momento oportuno para o ataque final.

Blevins, conhecido por seus ataques fatais no finalzinho da prova, atacou com firmeza e garantiu sua segunda vitória em Copa do Mundo.

Entre os brasileiros, o baiano Ulan Galinski (Caloi-Henrique Avancini) disputou sua 15ª etapa de Copa do Mundo e conquistou seu primeiro top 20. Anteriormente, seu melhor resultado havia sido a 31ª colocação. Galinski foi o melhor brasileiro na prova e concluiu em 1h31min36s, a 1min36s do vencedor.

“Eu sabia que era muito importante para o Brasil ter um atleta Brasileiro brigando um pouco mais na frente na elite na Copa do Mundo em nosso País e, sinceramente, não tive medo de assumir essa responsabilidade para mim. Na verdade me senti honrado por isso. Estou feliz em terminar pela primeira vez entre os 20 melhores ciclistas do mundo e muito grato por fazer parte de uma equipe muito bem estruturada e alinhada que vem me ajudando em cada etapa desse processo, grato por ter uma torcida apaixonada que me dava força a cada volta”, postou Ulan em suas redes sociais.

A corrida pelos pontos olímpicos para Paris termina no dia 26 de maio, data da etapa em Nové Mesto, na República Tcheca. Até lá são só mais cinco corridas com pontos UCI.

TOP 10
1 – Christopher Blevins 1h30’00”
2 – Victor Koretzky +2″
3 – Filippo Colombo +3″
4 – Jordan Sarrou +5″
5 – Martin Vidaurre +5″
6 – Simone Avondetto +20″
7 – Sam Gaze +20″
8 – Alan Hatherly +21″
9 – Thomas Griot +23″
10 – Vlad Dascalu +29″

MELHORES MOMENTOS

RESULTADOS COMPLETOS
resultado-xco-masculino-elite

LEIA MAIS
Copa do Mundo de MTB no Brasil

Giro d-italia