Copa do Mundo: Haley Batten vence XCO em Araxá; Kira Bohm imbatível na Sub 23

HomeCompetiçõesMountain bike

Copa do Mundo: Haley Batten vence XCO em Araxá; Kira Bohm imbatível na Sub 23

Norte-americana fatura a etapa depois de queda na disputa anterior, em Mairiporã; na categoria Sub 23, alemã Kira Bohm encerra temporada no Brasil invicta

Haley Batten comemora vitória em Araxá Foto: Michal Cerveny

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação

O último dia de disputas do cross country olímpico (XCO) na etapa da Copa do Mundo de MTB em Araxá, neste domingo (21 de abril), começou com a categoria feminina. Na Elite, a norte-americana Haley Batten (Specialized Factory Racing) conseguiu finalmente comemorar depois que uma queda na volta final na etapa de Mairiporã ter tirado suas chances de vitória, quando terminou na terceira colocação, a 45s da vencedora. Na disputa da Sub 23, a alemã Kira Bohm repetiu a vitória do XCO de Mairiporã.

Ambas foram as vencedoras da disputa do Short Track no sábado.

Pódio do XCO feminino Elite Foto: Michal Cerveny

Haley Batten encerrou a disputa em 1h23min04s e derrotou justamente a sueca Jenny Rissveds (Team 31 Ibis Cycles Continental), vencedora da etapa de abertura, por 17 segundos. Savilia Blunk (Decathlon Ford Racing Team) foi a terceira, a 40 segundos.

“É louco. Não tenho palavras. Você treina duro durante o inverno para dar tudo numa corrida tão tática como esta. Eu não fazia ideia do que estava acontecendo. Para mim e Savilia está sendo um grande ano para os Jogos Olímpicos”, disse a vencedora, que registrou a volta mais rápida na pista, com o tempo de 9min29s a 22.8km/h de velocidade média.

A suíça Alessandra Keller (Thömus Maxon), em 4º, a 1min05s, e a holandesa Anne Terpstra (Ghost Factory Racing), em 5º, a 1min46s, completaram o pódio.

A prova reuniu um total de 59 ciclistas de 25 países. O Brasil esteve representado por seis ciclistas. A melhor brasileira foi Karen Olimpio, em 31º. Isabella Lacerda terminou em 37º , Hercília Najara em 44º, Raiza Goulão em 47º, Liege da Silva em 52º e Marcela Lima em 53º.

RESULTADOS

Results powered by FirstCycling.com

RESULTADOS COMPLETOS EM PDF
resultados-completos-elite-feminino-xco

Segunda vitória seguida para Kira Bohm no XCO Foto: Michal Cerveny

Na categoria Sub 23, a alemã Kira Bohm encerra as etapas brasileiras da Copa do Mundo com quatro vitórias, duas no XCC e duas no XCO. Em Araxá, a canadense Emily Johnston (Trek Factory Racing) ficou em segundo, a 12 segundos, e a italiana Valentina Corvi (Santa Cruz RockShox Pro Team) em terceiro lugar, a 36 segundos.

“Emily e Valentina tornaram as coisas difíceis para mim hoje. Apenas tentei entrar na frente nas descidas para colocar meu próprio ritmo e recuperar um pouco o tempo perdido nas subidas, já que eram muito duras, eu precisava recuperar nas descidas. É muito louco. Nunca pensei que em começar uma temporada desta forma e não vejo a hora de correr na Europa”, declarou a alemã.

Sabrina Oliveira foi a melhor brasileira na 17ªcolocação Foto: Alemão Silva

Sabrina Oliveira (Caloi Henrique Avancini Racing) foi a melhor brasileira, conquistando um Top 20 que levantou o público. Sabrina largou na última fila e, além de fazer uma boa largada, fez uma corrida bastante consistente, conquistando no final a 17ª colocação, a 5min09s. Luiza Cocuzzi foi a 20ª e Giuliana Morgen a 24ª.

Atual vice-campeã brasileira do XCO Sub-23, Sabrina contou sobre sua prova. “Eu esperava performar melhor na prova do Short Track (XCC) na sexta-feira, mas não consegui me encaixar, e carreguei bastante ansiedade para a prova de hoje. Fiquei apreensiva, pois a pista de Araxá é muito técnica, cheia de saltos, e eu por ser leve tenho dificuldade em conquistar velocidade em um terreno assim. É também uma pista de muitas raízes altas, e foi uma dica do Henrique (Avancini) nos treinos me posicionar bem e que poderia ter enroscos, que eu precisaria me antecipar. E foi o que aconteceu. Logo no começo teve um enrosco e eu consegui me sair bem e segurar essa posição de Top 20″, relatou.

“É uma pista rápida e dura fisicamente, mas fui encaixando o ritmo. Cheguei até a ficar 10 segundos do Top 10 no final, mas foi uma prova dura. Mas sei que consegui no final um grande resultado, o melhor da minha carreira, mas minha carreira ainda é curta e sei que tenho muito a evoluir”, completou.

RESULTADOS

Results powered by FirstCycling.com

RESULTADOS COMPLETOS EM PDF
resultados-completos-sub-23-feminino-xco

LEIA MAIS
Copa do Mundo de MTB no Brasil