Giro d’Italia: Steinhauser vence 17ª etapa, com Pogacar em 2º

HomeCompetiçõesGiro D'Itália

Giro d’Italia: Steinhauser vence 17ª etapa, com Pogacar em 2º

Alemão de 22 anos, em sua estreia Grand Tour, estava na fuga e acelerou na subida final, com Pogacar a 1min24s; veja resultados completos

Georg Steinhauser vence a 17ª etapa do Giro

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação/LaPresse

O alemão Georg Steinhauser (EF Education – EasyPost), de 22 anos, venceu a 17ª etapa do Giro d’Italia 2024, nesta quarta-feira (22 de maio), com 159km entre Selva di Val Gardena/Wolkenstein a Gröden-Passo Brocon, com chegada ao alto.

O segundo e terceiro lugares foram para o maglia rosa Tadej Pogacar (UAE Team Emirates), a 1min24s, e Antonio Tiberi (Bahrain Victorious), a 1min42s. Pogacar segue na liderança da classificação geral, com 7min42s sobre Daniel Martínez (Bora-Hansgrohe) e 8min04s sobre Geraint Thomas (Ineos Grenadiers).

Steinhauser em seu ataque solo na 17ª etapa do Giro

Após duas etapas de montanha sucessivas que viram Tadej Pogacar negar ao escapado a glória de uma vitória no Giro, Georg Steinhauser (EF Education-EasyPost), em sua estreia no Grand Tour, conseguiu. O alemão participou do ataque iniciado no Passo Gobbera, a 61km do final, antes de acelerar alguns quilômetros depois e deixar o companheiro escapado Amanuel Ghebriegzabhier (Lidl-Trek) a 34 km da chegada, no meio da primeira subida do Brocon.

Steinhauser começou a subida final com 45 segundos de vantagem sobre Ghebreigzabhier – e a 2min35s do pelotão e conquistou vitória solo com 1min24s sobre Pogacar, que atacou em seu seleto grupo a 2km da chegada.

“Não sei, é algo inacreditável”, disse Steinhauser. “Desde a etapa 8 percebi que estou com as pernas boas. Achei que talvez tivesse pernas para vencer uma etapa. A etapa rainha foi um dia inacreditável. Já poderia estar feliz só com a etapa rainha deste Giro (terminou em terceiro). Hoje, na largada, pensei comigo mesmo: ‘Talvez ganhe hoje.’ E aí eu fui desde o início para a fuga”, contou o vencedor.

“Foi duro porque fomos apanhados pelo pelotão novamente, mas teve um momento em que eu decidi que tinha de tentar de novo. E eu fiz e deu certo. Ouvi (sobre o ataque de Pogacar) no rádio e fiquei super nervoso na última subida, mas sabia que tinha que forçar até o fim. A certa altura, ouvi dizer que ele estava atacando, mas eu já estava a 2km do fim, pensei vou conseguir”, completou Steinhauser. “Espero que seja o início de uma carreira de sucessos.”

Pogacar terminou a etapa em segundo lugar

Houve poucas mudanças importantes na classificação geral após a terceira chegada consecutiva ao alto. Ben O’Connor (Decathlon AG2R La Mondiale), que terminou em 12º, a 2min23s, está agora a 9min47s de Pogacar e terá motivos para preocupação nas restantes etapas de montanha – etapa 19 até Sappada e etapa 20 sobre Monte Grappa.

A etapa teve o novo Cima Coppi – o ponto mais alto da corrida – no Passo Sella, a 2.244 metros de altitude, após as mudanças ocorridas na etapa anterior devido ao mau tempo. O italiano Giulio Pellizzari (VF Group-Bardiani CSF-Faizanè) foi o vencedor do prêmio de 50 pontos de montanha em uma disputa acirrada com Nairo Quintana (Movistar).

ÚLTIMO KM

MELHORES MOMENTOS

RESULTADOS

Results powered by FirstCycling.com

AS CAMISAS
Maglia Rosa, líder da Classificação Geral – Tadej Pogacar (UAE Team Emirates)
Maglia Ciclamino, líder da Classificação por Pontos – Jonathan Milan (Lidl Trek)
Maglia Azzurra, líder da Classificação de Montanha – Tadej Pogacar (UAE Team Emirates)
Maglia Bianca, líder da Classificação de melhor jovem – Antonio Tiberi (Bahrain Victorious)

Próxima etapa
Nesta quinta-feira, 23 de maio, a 18ª etapa, com 178km entre Fuera du Primiero e Padova, vai servir de descanso para as pernas enquanto os velocistas se preparam para a chegada rápida.

A 18ª etapa tem chegada rápida em Padova

AS ETAPAS
Etapa 1 – 4 de maio – Venaria Reale – Torino – 140 km
Etapa 2 – 5 de maio – San Francesco al Campo – Santuário di Oropa (Biella) – 161 km
Etapa 3 – 6 de maio – Novara – Fossano – 166 km
Etapa 4 – 7 de maio – Acqui Terme – Andora – 190km
Etapa 5 – 8 de maio – Gênova – Lucca – 178 km
Etapa 6 – 9 de maio – Torre del Lago Puccini – Rapolano Terme – 180 km
Etapa 7 – 10 de maio – Foligno – Perugia – 40,6 km (ITT)
Etapa 8 – 11 de maio – Spoleto – Prati di Tivo – 152 km
Etapa 9 – 12 de maio – Avezzano – Nápoles – 214 km

13 de maio – dia de descanso

Etapa 10 – 14 de maio – Pompeia – Cusano Mutri – 142 km
Etapa 11 – 15 de maio – Foiano di Val Fortore – Francavilla al Mare – 207 km
Etapa 12 – 16 de maio – Martinsicuro – Fano – 193 km
Etapa 13 – 17 de maio – Riccione – Cento – 179 km
Etapa 14 – 18 de maio – Castiglione delle Stiviere – Desenzano del Garda – 31,2 km (ITT)
Etapa 15 – 19 de maio – Manerba del Garda – Livigno – 222 km

20 de maio – dia de descanso

Etapa 16 – 21 de maio – Lasa – Santa Cristina Valgardena – 121 km
Etapa 17 – 22 de maio – Selva di Val Gardena – Passo del Brocon – 159 km
Etapa 18 – 23 de maio – Fiera di Primiero – Padova – 178 km
Etapa 19 – 24 de maio – Mortegliano – Sappada – 157 km
Etapa 20 – 25 de maio – Alpago – Bassano del Grappa – 184 km
Etapa 21 – 26 de maio – Roma – Roma – 125 km

LEIA MAIS
Giro d’Itália no Bikemagazine