Paris-2024: Suíça lidera ranking do MTB; Brasil fica com uma vaga

HomeCompetiçõesDestaque

Paris-2024: Suíça lidera ranking do MTB; Brasil fica com uma vaga

Pelo sistema de classificação olímpico, os oito melhores países do ranking podem levar dois competidores para a prova do XCO

Nino Schurter no Mundial 2023; suíço está convocado para mais uma Olimpíada

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação

A disputa do XCO na etapa da Copa do Mundo de MTB em Nove Mesto, na República Tcheca, neste domingo, 26 de maio, encerrou o período do ciclo de pontuação olímpica para o mountain bike dos Jogos-2024. Pelo sistema de classificação olímpico, os oito melhores países do ranking na data de 26 de maio de 2024 asseguram duas cotas, ou seja, podem levar dois competidores aos Jogos Olímpicos. Já os países classificados da 9ª a 19ª posição ficam com a cota individual.

Com o encerramento do ranking, no masculino o Brasil terminou na 9ª colocação e no feminino em 10º, ficando com a cota individual. A CBC (Confederação Brasileira de Ciclismo) confirmou no dia 4 de junho que os convocados são Ulan Galinski e Raiza Goulão. O prazo final para as federações anunciarem seus convocados é dia 17 de junho.

Jolanda Neff, medalha de ouro nos Jogos de Tóquio

A Suíça, que encerrou o ranking em primeiro lugar nas duas categorias, foi a primeira a anunciar seus quatro integrantes para Paris-2024: Nino Schurter (bronze em Pequim-2008, prata em Londres-2012 e ouro na Rio-2016) e Mathias Fluckiger (prata nos Jogos de Tóquio) no masculino e Jolanda Neff (ouro em Tóquio), e Alessandra Keller no feminino. A Federação da Suíça informou que, além dos critérios de seleção específicos, os quatro são os que obtiveram mais pontos pelo seu país durante o ciclo olímpico e são atualmente os melhores colocados no ranking individual da UCI.

No total, 72 atletas vão competir o MTB XCO de Paris-2024, que será disputado nos dias 28 e 29 de julho. Como país-sede, a França tem direito a duas vagas e há ainda outras vagas reservadas, as chamadas “vagas universais”, decididas em provas continentais, como os Jogos Pan-Americanos, por exemplo, ou por uma comissão tripartite.

Os outros 68 lugares – 34 para homens e 34 para mulheres – são definidos com base no ranking olímpico UCI, que soma os pontos dos três atletas de maior ranking de cada país no período de classificação (7 de maio de 2022 a 26 de maio de 2024).

RANKING 25/05/2024
Masculino
MTB Olympic Qualification Men Ranking

1 – Suíça – 10.211 pontos
2 – França – 10.002 pontos
3 – Itália – 7.595 pontos
4 – Espanha – 7.099 pontos
5 – Estados Unidos – 6.653 pontos
6 – Alemanha – 6.464 pontos
7 – Bélgica – 6.114 pontos
8 – Grã-Bretanha – 6.076
9 – Brasil – 5.793 pontos
10 – Dinamarca – 5.760 pontos

Feminino
MTB Olympic Qualification Women Ranking

1 – Suíça – 10.985 pontos
2 – França – 10.266 pontos
3 – Estados Unidos – 9.209 pontos
4 – Holanda – 8.861 pontos
5 – Itália – 8.388 pontos
6 – Áustria – 7.980 pontos
7 – Dinamarca – 7.553 pontos
8 – Grã-Bretanha – 5.513 pontos
9 – Alemanha – 5.212 pontos
10 – Brasil – 5.137 pontos

Ranking completo aqui

Victor Koretzky vence evento-teste dos Jogos 2024, com Anton Cooper em segundo e Nino Schurter em terceiro

O percurso
A prova de MTB em Paris será em Élancourt, Yvelines, a 44km de Paris, e o percurso foi traçado pelo especialista sul-africano Nick Floros, que também assina os percursos olímpicos da Rio 2016 e Tóquio 2020. Com 4,3 km, o circuito foi projetado para prejudicar o menos possível o meio ambiente. Espécies de árvores, plantas e aves, algumas das quais protegidas, são numerosas no local, um antigo aterro, encerrado em 1975, hoje reabilitado como área de lazer.

Quando as Olimpíadas terminarem, após uma nova fase de obras, de outubro de 2024 a março de 2025, o lugar será entregue para a cidade com novas áreas de lazer, pista de caminhadas e a pista olímpica, que será mantida e integrada a outros percursos para todos os níveis de ciclistas.

LEIA MAIS
Paris-2024: Koretzky e Lecomte vencem evento-teste do MTB

Área verde de Élancourt, em Yvelines, a 44km de Paris

LEIA MAIS

Jogos Paris-2024 no Bikemagazine