Demi Vollering vence Vuelta Feminina; Tota Magalhães conclui em 89ª

HomeCompetiçõesCiclismo

Demi Vollering vence Vuelta Feminina; Tota Magalhães conclui em 89ª

Pódio final teve também a holandesa Riejanne Markus na segunda colocação e a italiana Elisa Longo Borghini na terceira; Marianne Vos venceu por pontos

A campeã Vollering comemora o título em Valdesquí – Foto de ©Unipublic/CXCLING

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação ©Unipublic/CXCLING

Duas vitórias de etapa, incluindo a etapa rainha. A camisa de bolinhas da classificação das montanhas, o prêmio  Estela Domínguez (depois de conquistar a subida principal da prova) e, claro, a camisa vermelha de campeã geral. Esta é a lista de conquistas da holandesa Demi Vollering (SD Worx-Protime) na La Vuelta Femenina 2024 e é tão impressionante quanto o seu desempenho na última semana da prova e em especial na subida final à estação de esportes de inverno Valdesquí.

A segunda colocação, a 29 segundos, foi da da francesa Evita Muzic e a holandesa Markus Riejanne (Visma-Lease a Bike), completou o pódio na terceira colocação, a 33 segundos.

Vollering compensou a dolorosa derrota na edição do Grande Tour Espanhol do ano passado com um triunfo de uma semana na Vuelta Feminina. A holandesa Riejanne Markus (Team Visma- Lease a Bike) e a italiana Elisa Longo Borghini (Lidl-Trek) completaram o pódio final, 1min49s e 2min00s segundos respectivamente. Marianne Vos (Team Visma-Lease a Bike) ficou com a classificação por Pontos, enquanto que Mireia Benito (AG Insurance-Soudal Team) foi premiada com a camisa branca de ciclista mais combativa da prova. Vollering ainda conquistou a camisa de campeã da classificação de montanhas.

Ana Vitória “Tota” Magalhães (BePink-Bongioanni), única brasileira na competição, completou a prova na 89ª colocação, a 1h22min13s da campeã.

Vollering com Riejanne Markus (camisa amarela) e Elisa Longo Borghini (camisa tricolor) – Foto de ©Unipublic/CXCLING

A Prova
A oitava e última etapa da Vuelta Feminina começou com 119 ciclistas que percorreram 89,5km entre o Distrito Telefónica de Madrid e Valdesquí da Comunidade de Madrid. Depois de uma largada muito agressiva, 13 ciclistas iniciaram uma fuga no quilômetro 15.

No grupo estavam Jelena Eric (Movistar Team), Elena Cecchini (SD Worx-Protime), Brodie Chapman (Lidl-Trek), Karlijn Swinkels (UAE Team ADQ), Abi Smith (DSM-Firmenich PostNL), Marianne Vos (Visma- Lease a Bike), Alessia Vigilia (FDJ-SUEZ), Flora Perkins (Fenix-Deceuninck), Silke Smulders (Liv-AlUla-Jayco), Sarah Gigante, Mireia Benito (AG Insurance-Soudal), Lily Williams (Human Powered Health) e Magdeleine Vallieres (EF Education-Cannondale). O grupo chegou a abrir uma vantagem de 1min45s na passagem pelo quilômetro 38.

Batalha nas montanhas
A líder da prova tinha uma vantagem de 50 segundos sobre o pelotão na passagem pelo Puerto de la Morcuera (Cat 1, km 56,3). Benito estabeleceu um ritmo forte que serviu de trampolim para Gigante, que atacou com Chapman e Swinkels a cinco quilômetros do cume da subida. Atrás, uma puxada decidida de Maud Oudeman (Visma-Lease a Bike) reduziu o grupo para 20 ciclistas.

A 3,5 quilômetros do cume, Pauliena Rooijakkers (Fenix-Deceuninck) avançou e ultrapassou todos as ciclistas escapadas, mas foi trazida de volta por um grupo principal liderado por Grace Brown, quando estava a um quilômetro do topo da primeira subida do dia. Évita Muzic (FDJ-SUEZ) foi a primeira no alto e assumir a liderança provisória da classificação de Montanhas.

Ataque corajoso de Karlijn Swinkels
Swinkels saiu sozinha a 20 quilômetros do fim e liderou a corrida em Rascafría (IS, km 70,7) com 20 segundos sobre um grupo principal com Karlijn Swinkels (UAE Team ADQ) onde estavam Niamh Fisher-Black, Marlen Reusser, Demi Vollering (SD Worx-Protime), Brodie Chapman, Elisa Longo Borghini (Lidl-Trek), Ricarda Bauernfeind, Antonia Niedermaier (Canyon//SRAM), Juliette Labous (Team dsm-firmenich PostNL), Riejanne Markus (Visma | Lease a Bike ), Évita Muzic, Grace Brown (FDJ-SUEZ), Yara Kastelijn, Pauliena Rooijakkers (Fenix-Deceuninck), Ingvild Gaskjeen (Liv-AlUla-Jayco), Sarah Gigante (AG Insurance-Soudal), Kim Cadzow, Kristen Faulkner (EF Education-Cannondale), Monica Trinca Coronel (Bepink-Bongionanni) e Karolina Perekitko (Winspace). A holandesa aumentou a vantagem para 1min20s no pé da subida ao Valdesquí (Cat HC, Cima Estela Domínguez, km 89,5).

Batalha acirrada pelo pódio
A subida final, de 12%  com 8km de extensão, seria decisiva. A líder solitária, Swinkels, foi alcançada pelo grupo principal pelo ritmo feroz de Brown, faltando 9,5 quilômetros para o final. Foram três quilômetros depois que Vollering atacou, destruindo a corrida ao superar suas rivais uma por uma e seguir sozinha 500 metros depois, o caminho estava livre para o triunfo da holandesa.

Mais atrás, Markus conseguiu uma pequena vantagem sobre Longo Borghini que aumentou para 27 segundos – apenas o suficiente para ultrapassar a campeã nacional italiana na classificação, que terminaram na segunda e terceira colocações respectivamente.

RESULTADOS

Results powered by FirstCycling.com

MELHORES MOMENTOS DA ÚLTIMA ETAPA

 

 

Mais informações no site oficial