Copa do Mundo de MTB: Pidcock domina e conquista vitória solo no XCO

HomeCompetiçõesMountain bike

Copa do Mundo de MTB: Pidcock domina e conquista vitória solo no XCO

Campeão mundial e olímpico, britânico conquista sua segunda vitória na Copa do Mundo nesta temporada; no feminino, vitória foi de Loana Lecomte

Pidcock conquista vitória com 1min10s de vantagem em Crans-Montana

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação/UCI

O campeão mundial e olímpico de MTB XCO, o britânico Tom Pidcock (Ineos Grenadiers), venceu neste domingo a disputa do cross country olímpico na etapa da Copa do Mundo de MTB em Crans-Montana, na Suíça.

Pidcock faturou uma vitória solo com 1min10s de vantagem para o segundo colocado, o suíço Mathias Flückiger (Thomas Maxon), um dia depois de vencer a prova de short track (relembre aqui). “Foi muito complicado nas primeiras voltas para encontrar o meu próprio ritmo, cometi alguns erros depois de conseguir minha vantagem”, disse Pidcock, que no próximo sábado larga do Tour de France.

O italiano Luca Braidot (Santa Cruz Rockshox Pro Team) foi o 3º, a 2min05s, e Nino Schurter (Scott-Sram), que teve duas quedas, terminou em quarto, a 2min08s. Julien Schelb (Stop&Go Mardderabwehr MTB Team) completou o Top 5, a 2min23s. Com a ausência de Victor Koretzky (Specialized Facory Racing) na etapa por problemas de saúde, Schurter subiu para a liderança da classificação geral.

O circuito em Crans-Montana é novo e foi considerado muito exigente, física e tecnicamente. A largada da disputa foi complicada com a quebra da corrente do tcheco Ondrej Cink (Primaflor Mondraker). Os favoritos ficaram no grupo da frente até que o alemão Julien Schelb tomou a iniciativa e assumiu a ponta.

Pidcock respondeu, mas uma queda sem consequências o fez perder posições, que ele rapidamente recuperou. Na 2ª volta o britânico liderava com uma pequena vantagem de 7 segundos, com Flückiger atrás enquanto Schurter e Schelb corriam em terceiro e quarto, a 13s e 19s.

Na 3ª volta Pidcock abriu mais de meio minuto sobre Flückiger. Atrás, Schurter sofreu uma queda espetacular em que até saiu do circuito, mas levantou-se rapidamente e, sem consequências aparentes, voltou para a disputa. Mas, ainda na mesma volta, caiu novamente, desta vez no rock garden. Depois da etapa, Schurter disse que “lutou com as condições que podia. Em uma volta acho que caí três vezes. No geral, fiquei super feliz com o 4º lugar”.

Com o percurso com muita lama, Pidcock teve outra queda, mas manteve a ponta. A 5ª volta começou com o britânico na frente com 40s de vantagem e só foi aumentando. Flückiger estava seguro de sua segunda colocação e a o terceiro lugar ainda estava aberto. Na chegada, Schurter atacou cedo demais e Braidot acabou o ultrapassando.

Do Brasil, Ulan Galinski (Caloi Henrique Avancini Racing) terminou em 40º, a 8min56s, e Gustavo Xavier (Specialized Brasil) o 66º, a 10min26s.

RESULTADOS

Results powered by FirstCycling.com

Loana Lecomte na disputa do XCO em Crans-Montana

A disputa da Elite das mulheres começou sem as presenças de Pauline Ferrand-Prévot, Jolanda Neff e Savilia Blunk. A holandesa Puck Pieterse (Alpecin Deceuninck) largou como favorita, mas foi a francesa Loana Lecomte (Canyon CLLCTV XCO) que aproveitou a oportunidade.

Loana Lecomte atacou logo no começo e seguiu sozinha, Pieterse a alcançou e depois Alessandra Keller (Thomus Maxon) também chegou. As três seguiram na frente e fizeram o pódio, com Lecomte em primeiro, depois de escapar no trecho final, com 46 segundos de vantagem sobre Keller. Pieterse foi a 3ª, a 1min33s.

Loana Lecomte é a atual campeã francesa de XCO

“É bom estar de volta”, comemorou Lecomte. “Eu amei esse circuito, mesmo se a pista estivesse seca, é uma verdadeira pista de mountain bike, com muitos trechos técnicos e muito físicos. Mal posso esperar para voltar aqui para o Campeonato Mundial no próximo ano. O segredo é ser feliz e se divertir.”

RESULTADOS

Results powered by FirstCycling.com

 

LEIA MAIS

Copa do Mundo de MTB no Bikemagazine

Site oficial do evento