Prova Ciclística 9 de Julho confirma percurso inédito para a categoria Elite

HomeCiclismoCiclismo nacional

Prova Ciclística 9 de Julho confirma percurso inédito para a categoria Elite

Prova Internacional 9 de Julho, que será disputada no próximo dia 8 de julho, terá percurso inédito nas rodovias Anchieta e Imigrantes; inscrições estão abertas no site oficial

A concessionária Ecovias é apoiadora do evento – Foto de divulgação

Do Bikemagazine
Foto de divulgação

Rodovia Anchieta, Interligação e Rodovia dos Imigrantes. Um inédito, bonito e desafiador percurso acaba de ser aprovado para a 74ª edição da Prova Ciclística Internacional 9 de Julho. A competição será realizada na segunda-feira (8 de julho), um dia antes do feriado no Estado de São Paulo. Neste ano, o evento é aberto apenas para a categoria Elite. A programação para amadores retorna ao calendário em 2025.

“Estamos muito contentes em confirmar a 9 de Julho para este ano. É um passo importantíssimo para a retomada deste evento histórico, internacional e reconhecido pelo público do ciclismo”, comemora Erick Castelhero, diretor da Prova e editor executivo da Gazeta Esportiva.

A competição mais tradicional do calendário brasileiro volta a ocupar o palco que sempre caracterizou a modalidade: a estrada. Os melhores ciclistas da Elite, Sub-23 e Open Master do Brasil disputarão pontos para o ranking paulista e brasileiro em dois pelotões: masculino e feminino.

A prova terá limite técnico de 300 participantes, que poderão se inscrever gratuitamente em dois lotes: primeiro, os ciclistas federados na categoria Elite e sub23, a partir desta quinta-feira (27/6); a partir de 3 de julho, as vagas restantes serão disponibilizadas aos ciclistas federados nas categorias Júnior e Máster.

Outra questão importante são os seis pontos de corte (apontados no regulamento). Os ciclistas que chegarem nessas passagens com uma diferença superior a 5 (cinco) minutos do pelotão principal, tanto no masculino quanto no feminino, serão desclassificados e precisarão entrar no carro da organização, popularmente conhecido como carro-vassoura.

Com supervisão da Federação Paulista (FPC) e da Confederação Brasileira (CBC), a Prova Ciclística Internacional 9 de Julho contará com premiação em dinheiro para os cinco primeiros ciclistas que cruzarem a linha em cada pelotão. Além de pódio e troféu para os cinco primeiros colocados de cada categoria.

“Nossa premissa sempre foi realizar algo à altura da relevância da Prova. E foi muito complicado. Alguns passos importantes, como a participação dos amadores, ficaram para o ano que vem. Porém, uma clássica na estrada, com o envolvimento oficial da Ecovias e da Polícia Rodoviária Federal é uma grande conquista do ciclismo”, diz Edu Gasperini, organizador técnico da Prova 9 de Julho e diretor de eventos da Vega Sports.

Fernando Ferreira, gerente de operações da Ecovias, avalia positivamente a parceria. “Estamos felizes de poder contribuir para esse importante evento do ciclismo brasileiro. Ao lado do Policiamento Rodoviário, buscaremos  fazer com que a prova ocorra de maneira segura e organizada, minimizando o impacto no tráfego e assegurando uma boa experiência para todos os ciclistas e espectadores envolvidos”.

HISTÓRIA DE GRANDES CAMPEÕES
A Prova Ciclística 9 de Julho foi criada em 1932 pelo jornalista Cásper Líbero em homenagem à Revolução Constitucionalista e realizada pelo jornal A Gazeta Esportiva a partir de 1933. O feriado só passou a vigorar para o Estado de São Paulo no ano de 1997.

Cásper Líbero instituiu que a prova poderia ser disputada em qualquer data do mês de julho. Inclusive, a primeira edição foi disputada no dia 16 de julho de 1933. O paulista José Magnani foi o primeiro campeão, repetindo a conquista no ano seguinte e em 1940.

Ao longo dos anos, os principais nomes do país e do exterior prestigiaram o evento, colocando-o em um lugar de destaque nos cenários nacional e internacional.

O velocista argentino Francisco Chamorro é o maior vencedor da 9 de Julho, com quatro conquistas, sendo a última delas no ano passado. Entre as mulheres, as maiores vencedoras são a franco-brasileira Cláudia Carceroni e Luciene Ferreira, ambas com quatro títulos. A atual campeã na Elite feminina é Alice Mello.

HORÁRIOS DE LARGADA
7h – Pelotão Masculino (104km/1.040m de altimetria acumulada)
9h30 – Pelotão Feminino (74km/800m de altimetria acumulada)

INSCRIÇÕES
As inscrições, o regulamento e mais informações estão disponíveis no site da prova: https://prova9dejulho.com.br