Mads Pedersen vence sprint da 1ª etapa da Critérium du Dauphiné

HomeCompetiçõesCiclismo

Mads Pedersen vence sprint da 1ª etapa da Critérium du Dauphiné

O campeão mundial de 2019 superou Sam Bennett (Decathlon-AG2R) e Hugo Page (Intermarché-Wanty) na linha de chegada; Mark Donovan lidera na montanha

Pedersen superou Sam Bennet (Decathlon-AG2R) no sprint da primeira etapa – Foto ASO/Billy Ceusters

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação ASO

Fora de ação desde as Clássicas, o dinamarquês Mads Pedersen (Lidl-Trek) voltou a vencer neste domingo (2 de junho) na abertura da Critérium du Dauphiné. Pedersen levou a melhor no sprint da primeira etapa em Saint-Pourçain-sur-Sioule, na França. O velocista da Trek-Lidl percorreu os 172,5km em 4h01min30s e garantiu sua 8ª vitória da temporada e a primeira na Critérium du Dauphiné.

O campeão mundial de 2019 superou Sam Bennett (Decathlon-AG2R) e Hugo Page (Intermarché-Wanty) na linha de chegada. O britânico Mark Donovan saiu em uma fuga no início da etapa para enfrentar as primeiras subidas da prova na liderança e conquistar a primeira jersey da montanha nesta edição.

A prova começou às 12h45 com 154 corredores e Mark Donovan (Q36.5) foi o primeiro a escapar após 4km de prova. O pelotão o deixou ir, com exceção de Mathis Le Berre (Arkea), que o perseguiu e finalmente o alcançou após 32km. Donovan, que liderou o grupo com uma vantagem máxima de 4min55s, conquistou os 5 pontos da montanha em disputa nas três subidas do dia, com Le Berre somando dois. Como resultado, Donovan se tornou o primeiro líder da de montanha.

Dupla na fuga
Enquanto a dupla escapada se dirigia para o único sprint intermediário do dia em Chantelle (km 77) – Le Berre venceu à frente de Donovan -, o pelotão, liderado por corredores da Lidl-Trek e Decathlon-AG2R, havia se aproximado a apenas três minutos da escapada.

Uma queda envolveu Toms Skujins (Lidl-Trek) e Kobe Goosens (Intermarché-Wanty) no quilômetro 87, e Alexander Edmondson (DSM) foi o primeiro a abandonar a prova. A vantagem foi gradualmente caindo à medida que Sam Bennett furou um pneu (a 45km da chegada) e quando o pelotão cruzou a linha de chegada pela segunda vez, a diferença havia caído para 1min20s.

Mads Pedersen o mais forte
O duo da fuga foi alcançado a 16km do final quando o pelotão começou a se organizar para o sprint final. Outra queda a 20km da chegada envolveu Steven Kruijswijk, Luca Vergallito, Kenny Elissonde e James Whelan (Q36.5), que foi forçado a abandonar a prova.

A 12km do final, Nils Politt (UAE) e Marco Haller (Bora-Hansgrohe) atacaram em uma pequena subida, mas foram alcançados dois quilômetros depois pelas equipes dos sprinters, que revezaram na liderança do pelotão. Mas no último quilômetro, a Lidl-Trek assumiu o controle e colocou Mads Pedersen em uma posição perfeita.

Sam Bennett colou na roda do dinamarquês, mas não conseguiu superá-lo e evitar sua vitória.

A Critérium-Dauphiné prossegue nesta segunda-feira com a segunda etapa, com 142km entre Gannat e Col de la Loge.

RESULTADOS COMPLETOS

Results powered by FirstCycling.com

ETAPAS
Etapa 1: St-Pourçain-sur-Sioule – St-Pourçain-sur-Sioule, 174,8km
Etapa 2: Gannat – Col de la Loge, 142km
Etapa 3: Celles-sur-Durolle – Les Estables, 181,2km
Etapa 4: St-Germain-Laval – Neulise, 34,4km (clm-ind.)
Etapa 5: Amplepuis – Saint-Priest, 200,2km
Etapa 6: Hauterives – Le Collet d’Allevard, 173,2km
Etapa 7: Albertville – Samoëns 1600, 145,5km
Etapa 8: Thônes – Plateau des Glières, 152,5km

Mais informações no site oficial www.criterium-du-dauphine.fr