Critérium du Dauphiné: Evenepoel vence crono e assume liderança

HomeCompetiçõesCiclismo

Critérium du Dauphiné: Evenepoel vence crono e assume liderança

Líder da Soudal-Quick Step lidera a classificação geral com uma vantagem de 33 segundos sobre Roglic; americano Matteo Jorgenson é o 3° a 1min04s

Evenepoel completou os 34,4km em 41min49s a 49,03 km/h de velocidade média – Foto de Billy Ceusters/ASO

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação ASO

O campeão mundial Remco Evenepoel (Soudal-QuickStep) assumiu a liderança da Critérium du Dauphiné depois de  outra impressionante exibição na quarta etapa da prova de contrarrelógio individual disputada nesta quarta-feira (5 de junho) no percurso de 34,4km entre St Germain-Laval e Neulise.

Apesar de estar se recuperando de uma lesão no ombro, o belga dosou perfeitamente seu esforço para vencer o campeão europeu Joshua Tarling (Ineos Grenadiers), que ficou no “hot seat” por duas horas antes de ser derrotado por Evenepoel por 17 segundos.

Remco Evenepoel em ação na crono individual em Neulise – Foto de Billy Ceusters/ASO

O campeão olímpico Primoz Roglic (Bora-Hansgrohe) ficou em terceiro, a 39 segundos de distância. O líder da Soudal-Quick Step agora lidera a classificação geral com uma vantagem de 33 segundos sobre Roglic, enquanto o americano Matteo Jorgenson está em terceiro, a 1min04s atrás.

Tarling no hot seat
Jensen Plowright (Alpecin-Deceuninck) foi o primeiro ciclista a entrar em ação, mas todos os olhos estavam no homem que largou três minutos depois dele, o campeão europeu Joshua Tarling (Ineos Grenadiers). O britânico estabeleceu um tempo muito alto, ultrapassando rapidamente os três ciclistas que largaram na frente dele para definir os melhores tempos de 10min44s e 30min03s após 10km e 25km, antes de cruzar a linha de chegada com o tempo de 42min06s, a uma velocidade média de 49,03 km/h. A verdadeira corrida contra o relógio começou então para Tarling – esperando por quase duas horas e meia para que o restante do pelotão completasse o percurso.

O britânico Joshua Tarling (Ineos-Grenadiers) dominou o hot seat por mais de 2 horas e terminou em 2° – Foto Billy Ceusters/ASO

Evenepoel muito forte
O italiano Matteo Sobrero (Bora-Hansgrohe) foi o primeiro a terminar a menos de dois minutos do britânico – até que Remco Evenepoel, o homem que o havia derrotado para o terceiro lugar nos últimos campeonatos mundiais, começou e registrou um tempo ligeiramente mais rápido na marca dos 10km (dois segundos mais rápido). Enquanto se recuperava de uma lesão no ombro, o belga parecia estar em boa forma em sua modalidade favorita e estava apenas um segundo atrás após 24,9 km. Evenepoel foi mais rápido que todos, cruzando a linha de chegada 17 segundos mais rápido que o campeão europeu, a uma velocidade média de 49,4 km/h.

Roglic limita os danos
Primoz Roglic teve um início de crono mais cauteloso, mas terminou bem e o vencedor do Dauphiné de 2022 limitou os danos para terminar no pódio do dia e se manter na disputa antes do final de semana árduo com três chegadas de alta montanha.

A forma física atual do vencedor da Paris-Nice, Jorgenson, permitiu um promissor quarto lugar, 1min07s mais lento que o belga, para se estabelecer em terceiro lugar geral e afirmar-se como o líder da esquadra Visma-Lease a bike por enquanto.

O vencedor da quarta etapa, Derek Gee, o campeão canadense de contrarrelógio nos últimos dois anos, garantiu um excelente sexto lugar na linha de chegada, a 1min24s e agora está fora do pódio geral, a sete segundos de Jorgenson.

A crono foi uma leve decepção para os espanhóis Juan Ayuso (UAE Emirates) e Carlos Rodriguez (Ineos Grenadiers), agora a 1min27s e 1min41s na classificação geral, respectivamentel.

Por outro lado, o campeão espanhol Oier Lazkano conquistou um inesperado quinto lugar na etapa e ocupa a mesma colocação na geral, a 1min21s de Evenepoel

A quinta etapa, a ser disputada nesta quinta-feira, terá 167 km entre as cidades de Amplepuis e Saint Priest e deverá ser a última chance para os sprinters.

Os direitos de transmissão de TV no Brasil são da ESPN e da plataforma Star+.

MELHORES MOMENTOS

RESULTADOS COMPLETOS

Results powered by FirstCycling.com

Os direitos de transmissão de TV no Brasil são da ESPN e da plataforma Star+.

ETAPAS
Etapa 1: St-Pourçain-sur-Sioule – St-Pourçain-sur-Sioule, 174,8km
Etapa 2: Gannat – Col de la Loge, 142km
Etapa 3: Celles-sur-Durolle – Les Estables, 181,2km
Etapa 4: St-Germain-Laval – Neulise, 34,4km (clm-ind.)
Etapa 5: Amplepuis – Saint-Priest, 200,2km
Etapa 6: Hauterives – Le Collet d’Allevard, 173,2km
Etapa 7: Albertville – Samoëns 1600, 145,5km
Etapa 8: Thônes – Plateau des Glières, 152,5km

LEIA MAIS
Criterium du Dauphine no Bikemagazine

Site oficial www.criterium-du-dauphine.fr