Critérium du Dauphiné: Roglic vence 6ª etapa e assume liderança

HomeCompetiçõesCiclismo

Critérium du Dauphiné: Roglic vence 6ª etapa e assume liderança

Roglic assumiu a camisa amarela com 19s sobre Evenepoel; etapa rainha será neste sábado com 155,3km e chegada a 1.634m de altitude em Samoens

Roglic comemora a vitória na chegada da sexta etapa no Le Collet d’Allevard – Foto de Billy Ceusters-ASO

Do Bikemagazine
Foto de divulgação ASO Billy Ceusters

O vencedor do Critérium du Dauphiné de 2022 voltou a dominar a prova. O esloveno Primoz Roglic (Bora-Hansgrohe) protagonizou um ataque impressionante na última e desafiadora subida para o Le Collet d’Allevard e garantiu sua segunda vitória de etapa e de quebra ainda desbancou o rival belga Remco Evenepoel (Soudal-Quick Step) da liderança geral nesta sexta-feira (7 de junho).

Roglic assumiu a camisa amarela de líder da classificação geral individual e agora tem 19 segundos de vantagem sobre Evenepoel e 58 segundos sobre o norte-americano Matteo Jorgenson (Visma-Lease a Bike), que ocupa a terceira colocação na geral. O esloveno lidera também a classificação por pontos (camisa verde).

Como previsto, o desfecho da corrida se definiu na última escalada. O francês Romain Grégoire (Groupama-FDJ), último remanescente da fuga, resistiu até os últimos 3km. Mas os líderes da classificação geral iniciaram uma batalha épica, e Roglic, com a ajuda do companheiro de equipe da Bora-Hansgrohe, Aleksandr Vlasov, assumiu a ponta, cruzando a linha de chegada à frente do italiano Giulio Ciccone (Lidl-Trek).

Fuga de seis ciclistas
A largada foi dada para 132 ciclistas às 12h55. Por conta do acidente da etapa anterior, os ciclistas Juan Ayuso (UAE Emirates), Jasha Sutterlin, Rainer Kepplinger e Kamil Gradek (Bahrain), Lukas Nerurkar e Harry Sweeny (EF Education-Easypost), Odd Christian Eiking (Uno-X) e Kobe Goosens (Intermarché-Wanty) não largaram e estão fora da competição.

Desde o início, seis ciclistas escaparam do pelotão: Magnus Cort (Uno-X), Romain Grégoire (Groupama-FDJ), Thibault Guernalec (Arkea-B&B Hotels), Arjen Livyns (Lotto Dstny), Mason Hollyman (Israel-Premier Tech) e Alessandro Fancellu (Q36.5). O pelotão resistiu por alguns quilômetros, mas acabou cedendo à fuga, que gradualmente aumentou a vantagem que chegou a 3min45s no topo da primeira subida, onde Guernalec conquistou um ponto (km 36.1). Alex Kirsch (Lidl-Trek) e Andreas Kron (Lotto Dstny) abandonaram a prova após uma hora de corrida.

Queda na descida
O sexteto trabalhou em perfeita sincronia e vantagem da fuga chegou ao máximo de 5min55s na pasagem pelo KM 105 do percurso. O sprint intermediário do dia (Les Echelles, km 105.3) foi vencido por Magnus Cort, que conquistou 10 pontos e assumiu provisoriamente a liderança da classificação de sprints, com 41 pontos. No Col du Granier (2ª categoria, km 129.4), Guernalec liderava Grégoire, mas o ciclista da Arkea-B&B Hotels e Hollyman perderam o controle em uma curva na descida e caíram. Ambos retornaram às bicicletas, mas tiveram dificuldades para voltar para o pelotão principal.

Grégoire sozinho
Os fugitivos tiveram outro susto quando erraram o caminho a 30 quilômetros do final, mas rapidamente se recuperaram e não perderam muito tempo para o pelotão, que havia se dividido brevemente na descida. Os cinco escapados tinham apenas 1min30s de vantagem ao iniciar a última subida. Romain Grégoire atacou no pé da subida e foi seguido por Magnus Cort. Mais atrás, o britânico Tao Geoghegan Hart (Lidl-Trek) e Sepp Kuss (Visma-Lease a bike) foram alguns dos primeiros líderes a serem deixados para trás.

A 8km do final, Cort, vencedor da primeira etapa, finalmente perdeu terreno, deixando seu companheiro de fuga francês sozinho na liderança.

Roglic assume o comando
A Ineos Grenadiers assumiu o controle na frente do pelotão nos últimos 8km e a vantagem de Grégoire foi diminuindo gradualmente.

A 5km da meta, Laurens de Plus atacou seguido pelo russo Aleksandr Vlasov (Bora-Hansgrohe). Dois quilômetros depois, Roglic, Derek Gee (Israel-Premier Tech), Ciccone, Jorgenson e Carlos Rodriguez (Ineos Grenadiers) aceleraram o ritmo e deixaram para trás o dono da camisa amarela, Remco Evenepoel.

Com dois quilômetros para o final, Ciccone e Roglic alcançaram De Plus e Vlasov, que decidiu trabalhar para seu líder e puxar a corrida até o final. Perfeitamente posicionado, Roglic superou Ciccone facilmente na reta final para conquistar sua segunda vitória de etapa no Dauphiné. Evenepoel cruzou a linha de chegada 42 segundos atrás do esloveno.

Remco Evenepoel lidera a classificação geral de juventude (camisa branca), com 39 segundos sobre Jorgenson. Na classificação de montanhas (camisa azul com bolas brancas), a liderança prossegue com o francês Mathis Le Berre (Arkea-B&B Hotels), que administra 15 pontos a mais que Roglic. Entre as equipes, a liderança é da alemã Bora-Hansgrohe, com 6min03s sobre a britânica Ineos-Grenadiers.

RESULTADOS COMPLETOS

Results powered by FirstCycling.com

ETAPAS

Etapa 1: St-Pourçain-sur-Sioule – St-Pourçain-sur-Sioule, 174,8km
Etapa 2: Gannat – Col de la Loge, 142km
Etapa 3: Celles-sur-Durolle – Les Estables, 181,2km
Etapa 4: St-Germain-Laval – Neulise, 34,4km (clm-ind.)
Etapa 5: Amplepuis – Saint-Priest, 200,2km
Etapa 6: Hauterives – Le Collet d’Allevard, 173,2km
Etapa 7: Albertville – Samoëns 1600, 145,5km
Etapa 8: Thônes – Plateau des Glières, 152,5km

LEIA MAIS
Criterium du Dauphine no Bikemagazine

Site oficial www.criterium-du-dauphine.fr

MELHORES MOMENTOS