Tour de France: a um dia largada, o que dizem Pogacar, Vingegaard e Roglic

HomeCompetiçõesTour de France

Tour de France: a um dia largada, o que dizem Pogacar, Vingegaard e Roglic

Confira as declarações dos três principais nomes do Tour de France 2024; competição em 21 etapas começa neste sábado em Florença, na Itália

Pogacar contou que teve Covid recentemente

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação/Charly Lopez/ASO

O Tour de France começa neste sábado (29 de junho), no centro da bela Florença, para sua primeira largada na Itália em 111 edições da mais prestigiada corrida de ciclismo do World Tour. A etapa de abertura vai percorrer 206 km e a chegada será em Rimini. Três dos principais nomes do pelotão falaram com a imprensa sobre a disputa.

O vencedor do Tour de France de 2020 e 2021, Tadej Pogacar (UAE Team Emirates), chega em sua melhor forma após seu triunfo no Giro, mas, a dois dias da largada, contou que se recuperou recentemente de Covid. Já seu principal adversário, Jonas Vingegaard (Visma Lease a Bike), vencedor do Tour em 2022 e 2023, retorna ao pelotão após semanas de recuperação após grave queda na Volta do País Basco, em abril.

O grande desafio de Pogacar no Tour 2024 é vencer a dobradinha Giro-Tour de France na mesma temporada, o que não é alcançado desde 1998, com Marco Pantani. Mas Pogacar, que vinha de uma série de conquistas, contou que as últimas semanas foram difíceis. “Tudo aconteceu muito rapidamente. Tive que interromper o meu treino para regressar à Eslovênia porque o meu avô morreu. Quando voltei, peguei Covid. Retomei os treinos em casa e só voltei para a bicicleta assim que não estava mais contagioso.”

Mas, mesmo com os problemas, Pogacar fez questão de tranquilizar oss fãs: “Fisicamente eu me sinto pronto para vencer, embora nunca se saiba se estamos totalmente prontos para uma corrida de três semanas”, destacou. “Você também tem que administrar sua mente e ter sorte. A dobradinha é um grande desafio, já é difícil vencer um Grand Tour. Mas gosto de enfrentar desafios.”

Pogacar também falou sobre a perspectiva de mais um capítulo na sua rivalidade com Jonas Vingegaard: “Esta relação com Jonas é extraordinária. Só nos vemos uma vez por ano… em julho! Acho que ele voltará ao seu melhor nível, não estaria aqui se não estivesse pronto”, completou.

Vingegaard chega ao Tour após queda em abril que o tirou das corridas e prejudicou seu treinamento

Para Vingegaard, só de estar no Tour já é uma vitória. O dinamarquês expressou compreensivelmente ambições bem comedidas durante a conferência de imprensa pré-corrida: “Estou muito feliz por estar na largada, já é uma vitória. Foi um verdadeiro desafio recuperar o nível que tenho agora. Vivi o momento mais difícil da minha carreira, então lutei muito para voltar”, afirmou.

“É provável que ganhe força ao longo da corrida. Se, por exemplo, tiver que lutar para ficar na frente nos primeiros dias, depois poderei voltar ao ritmo com os melhores. Não sei se consigo vencer, não me sinto mal, mas a queda foi realmente terrível. Tenho esperança, isso é certo, mas veremos.”

Roglic estreia na nova equipe Red Bull – Bora-Hansgrohe em seu sexto Tour de France

Além de Pogacar e Vingegaard, quem também chama a atenção no pelotão do Tour de France é o esloveno Primoz Roglic, que vai disputar a prova pela primeira vez com sua nova equipe, a Red Bull – Bora-Hansgrohe. Aos 34 anos, é sério candidato à classificação geral.

Antes do seu sexto Tour de France, Roglic afirmou: “Sinto-me jovem e estou feliz por estar aqui, o meu objetivo é aproveitar todas as oportunidades. Não sei se este é o meu último Tour ou se farei mais dez, mas de qualquer forma pretendo jogar as minhas cartas para vencer.”

Quando questionado sobre possíveis cenários, o vencedor da recente Criterium du Dauphine descreveu as reviravoltas que poderiam acontecer muito rapidamente na corrida. “Claro que o Tour dura três semanas e só no final da 21ª etapa é que sabemos quem é o melhor. Mas você tem que estar presente desde o primeiro dia, manter o foco e dar o seu melhor. Este ano vamos para as montanhas muito cedo com o Galibier na quarta etapa, depois caímos no gravel no final da primeira semana… vai ser uma loucura.”

Roglic destacou a subida de San Luca, no final da segunda etapa, que anteriormente serviu de trampolim para as suas três vitórias no Giro dell’Emilia (2019, 2021 e 2023) e explicou: “É uma colina muito curta e íngreme, gosto dela. Mas nada é igual no Tour de France .” Vale lembrar que no Giro dell’Emilia de 2023, Roglic venceu seu compatriota Tadej Pogacar na linha de chegada por um segundo.

LEIA MAIS
Tour de France 2024: confira etapa a etapa e altimetrias
Tour de France 2024: campeão vai receber 500 mil euros; confira premiações

AS ETAPAS
Etapa 1 – 29 de junho – Florença – Rimini – 206km
Etapa 2 – 30 de junho – Cesenatico – Bologna – 198,7km
Etapa 3 – 1º de julho – Piacenza – Torino – 230,5km
Etapa 4 – 2 de julho – Pinerolo – Valloire – 139,6km
Etapa 5 – 3 de julho – Saint-Jean-de-Maurienne – Saint-Vulbas Plaine de l’Ain – 177,4km
Etapa 6 – 4 de julho – Mâcon – Dijon – 163,5km
Etapa 7 – 5 de julho – Nuits-Saint-Georges – Gevrey-Chambertin – 25,3km (ITT)
Etapa 8 – 6 de julho -Semur-en-Auxois – Colombey-les-Deux-Églises – 183,4km
Etapa 9 – 7 de julho – Troyes – Troyes – 199km

8 de julho – descanso

Etapa 10 – 9 de julho – Orléans – Saint-Amand-Montrond – 187,3km
Etapa 11 – 10 de julho – Évaux-les-Bains – Le Lioran – 211km
Etapa 12 – 11 de julho – Aurillac – Villeneuve-sur-Lot – 203,6km
Etapa 13 – 12 de julho – Agen – Pau – 165,3km
Etapa 14 – 13 de julho – Pau – Saint-Lary-Soulan Pla d’Adet – 151,9km
Etapa 15 – 14 de julho – Loudenvielle – Plateau de Beille – 197,7km

15 de julho – descanso

Etapa 16 – 16 de julho – Gruissan – Nîmes – 188,6km
Etapa 17 – 17 de julho – Saint-Paul-Trois-Châteaux – Superdévoluy – 177,8km
Etapa 18 – 18 de julho – Gap – Barcelonnette – 179,6km
Etapa 19 – 19 de julho – Embrun – Isola 2000 – 144,6km
Etapa 20 – 20 de julho – Nice – Col de la Couillole – 132,8km
Etapa 21 – 21 de julho – Mônaco – Nice – 33,7km (ITT)

LEIA MAIS
Tour de France no Bikemagazine
Site oficial do Tour de France